O início da atividade desta empresa remonta aos longínquos anos 40, quando Florêncio Luís Simões (pai dos atuais administradores) transportava os produtos hortícolas e frutícolas (em nome individual) produzidos na região da Malveira (Mafra), numa galera puxada por três mulas para a Praça da Figueira em Lisboa, onde eram comercializados.

Foi nesta praça que o Sr. Florêncio Luís Simões e a Sra Gertrudes da Silva Simões, que também transportava hortícolas numa carroça puxada por uma mula de Guerreiros (Loures) para a Praça da Figueira, onde os comercializava.

Mais tarde casaram e formaram família, tendo tido 6 filhos, dos quais 4 eram meninas e 2 eram meninos, sendo estes dois filhos os atuais administradores.

Nos anos 50 o mercado da Praça da Figueira foi demolido, e os produtos hortícolas e frutícolas passaram a ser comercializados no mercado da Ribeira, no mercado do Cais do Sodré e no mercado do Campo Grande.

A 30 de Janeiro de 1968, foi constituída a empresa “Transportes Florêncio & Silva, Lda.”, cujos sócios seriam na altura: Florêncio Luís Simões e Zeferino Manuel da Silva Simões (seu filho homem mais velho). E na década de 70, Florêncio Luís Simões foi substituído por António Luís da Silva Simões (seu filho homem mais novo), no lugar de sócio gerente.

Como consequência da evolução do mercado, surgiu a necessidade de criação de novas empresas e assim surgiram a “Transportes Ideal de Caselas, Lda.“, a “ Transportes Ideal do Alto da Vinha, Lda.“, para fazer face às exigências das várias redes de supermercados nacionais que lhes confiaram a distribuição, e assim foram expandindo privilegiando o contacto pessoal e humano, pois não dispensavam a relação direta com os seus clientes.

Por solicitação do mercado, em 1992, alargaram a sua atividade à Logística, proporcionando aos seus clientes um serviço completo e uma parceria sólida. E em 2000, através de um processo de fusão entre a “Transportes Ideal de Caselas, Lda.” e a “Transportes Florêncio & Silva, Lda.”, estas últimas passaram a sociedade anónima, denominando-se “Transportes Florêncio & Silva, S.A.” (TFS).

Tendo em conta uma parceria de sucesso e de longa data com um cliente, foi-lhes proposta a criação de uma empresa em regime de exclusividade, que foi aceite, surgindo assim, a 1 de Setembro de 2005, a “ZAS, Transportes e Logística, S.A.” (ZAS). Em Janeiro de 2011, a empresa “Transportes Ideal do Alto da Vinha, Lda.” cessou atividade por falta de serviço para a mesma.

Em 2016 o GTFS adquiriu a empresa Serviroda – Comércio de Pneus e Acessórios, S.A., cuja atividade assenta no comércio de pneus, peças e acessórios, dando apoio a frotas automóveis ligeiras e pesadas.

Atualmente o GTFS presta serviço de Norte a Sul do País e conta com cerca de 1400 colaboradores, que têm experiência e uma sólida conduta pessoal, apostando na sua formação. Possui uma frota de 958 viaturas e 473 galeras, estando estas adaptadas ao tipo de produtos a transportar e equipadas com as mais modernas tecnologias, de modo a satisfazer o mercado, a dar segurança aos seus profissionais e a poupar o ambiente.